Postagens

E a vida segue

Imagem
Eu vou contar uma história. Antônio Fernandes de Oliveira era pai de muito filhos, entre eles,  Maria de Jesus Oliveira Venâncio, Helena Fernandes de Oliveira e  Maria do Espirito Santo, três mulheres guerreiras. A vida nunca foi fácil, mas nela Antônio foi professor Enquanto seus filhos laboravam a terra ele esculpia letras Desenhava sonhos Contava histórias Discutia política
E a vida seguia... E a vida segue...

FELIZ ANIVERSÁRIO MARIA JULIA!!

Imagem
Maria Julia, antes de nascer, já era muito desejada
Seu pequeno irmão conheceu uma linda menina, no colégio, cujo nome era Maria Julia.
Em casa, pediu: mamãe eu quero uma irmã e o nome dela será Maria Julia.
Nesta vida desejamos coisas,
muitas delas nos fazem felizes!
Autora: Elizabeth Venâncio

O SER HUMANO É UM RECEPTÁCULO

Imagem
Segundo Heráclito (c.535-475 a.C.) tudo é fluxo, mudança, movimento e proclamou:
Não vejo nada além do vir-a-ser. Não vos deixeis enganar! É vossa curta vista, e não a essência das coisas, que vos faz acreditar ver terra firme em alguma parte no mar do vir-a-ser e do perecer. Usais nomes das coisas como se estas tivessem uma duração rígida: mas nem mesmo o rio em que entrais pela segunda vez é o mesmo que da primeira vez. (NIETZSCHE, 1983, § 5)
            O universo está em constante movimento, tudo se transmuda, nada permanece. Somos e não somos, e isso não é um problema para Heráclito, é apenas a nossa natureza.
Entretanto, o ser humano além de ser puro movimento é também um receptáculo, prova disso são as amizades de muitos anos, em que pode-se relembrar histórias conjuntas intactas, que não se perderam, que estão ali adormecidas...Obrigada minhas amigas por me fazer entender o valor da duração.
Elizabeth Venâncio Autora

A eternidade

Imagem
Na internet somos eternos Não há espaço nem tempo Por isso, quero que minha mãe seja eternizada na internet Mesmo que ela não queira Mesmo que esconda o rosto
Não quero perdê-la

Já sentiu isso?

Imagem
Já falei que tenho consciência Percepção e sensação Porém, do mundo que me cerca sei tão pouco Sei que comunicação ocorre só quando há emoção Então, quero na vida desembaraçar E também a história desfragmentar Para transformar o meu ser em pura relação
Já contei que observo minhas mãos dedilhando o teclado Que mãos são essas? Parecem insustentáveis Dedos em pequenas ações de pudor Sinto medo de que minhas mãos saiam dançando Sou então, com elas, plenamente galanteador
Já notou que não desejo viver apenas entre coisas Pois, são de tanta imperfeição Quero viver entre ditos-cujos com imaginação Mesmo totalmente duvidosos Para imitar o bater das assas Entre nuvens multicoloridas Que se transformam em acanhadas margaridas
Já sentiu isso?
Elizabeth Venâncio

Bruxa é resistência feminina

Imagem
No dia 31 de outubro, minha amiga Luzia Carolina me pediu para escrever um texto acerca do dia das bruxas.  Fiquei pensando em como eu gosto de duas bruxinhas: Carol e Verinha. Porque possuem autonomia, coragem de dizer o que pensa e sobretudo uma energia que mais parece um aconchego, uma caricia de mãe. Eu aprecio escrever, então recebi o pedido de Carol como uma ordem. Entretanto, confesso que me sinto leviana ao retratar em poucas linhas um tema de extraordinária complexidade. Peço perdão aos especialistas, por não resistir e acabar por conceituar o que é uma bruxa. Bruxa é uma mulher que não se esconde atrás de nenhuma figura masculina, nem laços de família, nenhuma voz fala por ela. Bruxa é uma mulher que conhece de ervas e pode curar. Sabendo o valor da natureza ela a respeita. Bruxa é resistência feminina, um caminho de luta de muitas parteiras, benzedeiras e sonhadoras cansadas da dependência. Por isso, são sempre observadas sozinhas em uma casa na floresta. Bruxa não tem voz, mas…

Poema: Goiânia tem jardins!

Imagem
Goiânia tem jardins Onde habita flores, ENCANTADORAS, somente para mim Goiânia tem jardins Que fazem nos meus olhos um motim Os olhos que safadamente sorriem multicoloridos... Goiânia tem jardins
Você já viu?

Autora: Elizabeth Venâncio